Prêmio Ademi 2019

25 de julho de 2019

Reconhecendo projetos do mercado imobiliário da Bahia, o Prêmio Ademi é uma chancela para as empresas que o recebem. Em 2019 o Prêmio chega a sua 25ª edição beneficiando organizações e profissionais em sete categorias:

  • EMPRESA DO ANO;
  • EMPRESA REVELAÇÃO DO ANO;
  • LANÇAMENTO IMOBILIÁRIO;
  • LANÇAMENTO IMOBILIÁRIO HABITAÇÃO ECONÔMICA;
  • EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO;
  • EMPREENDIMENTO DE HABITAÇÃO ECONÔMICA;
  • INOVAÇÃO ACADÊMICA.

As inscrições para o Prêmio Ademi-BA 2019 seguem até o dia 8 de julho.

CONFIRA O REGULAMENTO E FAÇA SUA INSCRIÇÃO


PRÊMIO INOVAÇÃO ACADÊMICA

Em sua segunda edição o Prêmio Inovação Acadêmica, regido por regulamento próprio e julgado por comissão específica, tem como objetivo projetar estudantes e trabalhos acadêmicos, aproveitando as pesquisas para aplicação no mercado imobiliário.  O tema desta edição é “A construção civil na era da Indústria 4.0”. Podem participar os estudantes de cursos de arquitetura, engenharia e construção, em nível técnico, graduação e pós-graduação.

As inscrições desta edição tiveram início em dezembro de 2018 e, no dia 23 de maio os 10 projetos selecionados (confira relação abaixo) pela comissão do Prêmio, foram apresentados aos empresários e técnicos associados à Ademi-BA para votação do melhor trabalho. No início de julho divulgaremos os três melhores trabalhos, mas o vencedor desta edição será conhecido na cerimônia de premiação a ser realizada em 25 de julho.

Aluno

IES

Projeto

Juliana Sampaio Álvares

UFBA

Smart Inspecs - Progresso Visual: Método para Monitoramento do Progresso de Obras com Uso de Mapeamento 3D por VANT e BIM 4D.

Victor Santos Staffa Tironi

UNIFACS

Olodum Robot Wall OLODUM ROBOT WALL: Protótipo de uma Arquitetura Fabricada por Robôs.

Maria Elisa Simões Carneiro

UNIFACS

Apoema: Cidade Flutuante - Sustentabilidade e autossuficiência em meio aquático.

Rafaela Oliveira Rey  e  Roseneia Rodrigues S. de Melo

UFBA 

Sistema Informatizado para inspeção de segurança apoiado por Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT).

Stephanie Lima Jorge Galvão

UFBA

Plataforma IoT de Construção Civil.

Gabriel Luan Pessoa Santos

UNEB 

O Aplicativo Hydro como Alternativa de Dimensionamento de Instalações Hidrossanitárias Prediais de Pequeno Porte.

Caroline Silva Araújo

UFBA 

Bim e Iot para Apoio à Gestão de Pessoal em Canteiro de Obras no Contexto da Indústria 4.0.

Anderson dos Santos Sena

SENAI CIMATEC

Análise Comparativa do Processo de Orçamentação com Uso da Metodologia BIM 5d: Estudo de Caso.

Fernanda Ferreira Prates

SENAI CIMATEC

 O Uso de Drones na Construção Civil e suas Aplicações.

Guilherme Tolentino Alvares Haendel e Gabriel de Oliveira Novelli

UFBA 

OrçaAqui: Plataforma online para cotação responsável e transparente de materiais de construção civil.

Calendário Prêmio Ademi Inovação Acadêmica:

  1. Inscrições prorrogadas: até 18 de março de 2019 
  2. Divulgação do resultado da primeira fase: 10 de maio de 2019
  3. Apresentação dos 10 melhores trabalhos: 23 de maio de 2019
  4. Divulgação dos três melhores trabalhos resultado da segunda fase: julho de 2019
  5. Divulgação do trabalho vencedor: 25 de julho

Regulamento do Prêmio Inovação Acadêmica

 


 

REGULAMENTO DO PRÊMIO

Capítulo 1 - Dos Prêmios 

O Prêmio ADEMI-BA será atribuído às empresas associadas vencedoras, entre as inscritas nas categorias previstas abaixo, e que atendam aos requisitos deste Regulamento.

  1. Empresa do Ano;
  2. Empresa Revelação do Ano; 
  3. Lançamento Imobiliário; 
  4. Lançamento Imobiliário Habitação Econômica;
  5. Empreendimento Imobiliário;
  6. Empreendimento de Habitação Econômica;
  7. Inovação Acadêmica.

Capítulo 2 - Requisitos 

O Prêmio de Inovação Acadêmica será regido por regulamento próprio e julgado por comissão específica, de modo que, não se adotarão os critérios abaixo descritos.

Em todas as categorias poderão concorrer trabalhos e/ou projetos vinculados ao desenvolvimento de empreendimentos imobiliários do mercado imobiliário baiano.

Em todas as categorias, só podem concorrer empresas associadas à ADEMI-BA adimplentes com as contribuições ordinárias e extraordinárias e com sede ou filial no Estado da Bahia. 

Cada empreendimento somente poderá concorrer a uma categoria de lançamento (itens 3 e 4), bem como os trabalhos inscritos nessas categorias somente serão analisados se apresentarem cópia da certidão do registro de incorporação e cópia do alvará de construção expedidos pelo órgão público competente, durante o ano-base do Prêmio, de forma a permitir a correta avaliação do empreendimento pelo júri. 

Para concorrer na categoria “Lançamento Imobiliário”, as empresas concorrentes devem apresentar Registro de Incorporação Imobiliária e material comprobatório contendo data da primeira veiculação do lançamento ou pré-lançamento correspondente ao ano-base do prêmio.

Cada trabalho somente poderá concorrer a uma categoria de empreendimento (itens 5 a 6), bem como os inscritos nessas categorias somente serão analisados e validados, se o empreendimento estiver concluído e for apresentado cópia da Averbação Total da Construção no Cartório de Registro de Imóveis competente, não valendo a Averbação Parcial da Construção, durante o ano-base do Prêmio. 

A edição do prêmio será considerada como 2019, levando em consideração os dados de 1° de fevereiro de 2018 a 31 de dezembro de 2018 que se constituirá como ano-base para todos os efeitos deste Regulamento. 

A inscrição para concorrer ao Prêmio, em quaisquer categorias, é totalmente gratuita.

Não podem concorrer ao Prêmio ADEMI-BA obras públicas ou obras para terceiros.

É permitido consórcio, associação de empresas e sociedade de propósito específico nesta Premiação. A empresa e/ou consórcio de empresas poderão inscrever quantos empreendimentos desejarem, desde que atendidos os critérios de concorrência. 

Conceitua-se “Empreendimento Imobiliário” como aquele que resulte de incorporação imobiliária, devidamente registrada no Cartório de Registro de Imóveis e Hipotecas competente, entendida como a atividade exercida com o intuito de promover e realizar construção, para alienação total ou parcial, de edificações ou conjuntos de edificações compostas de unidades autônomas, conforme definição do parágrafo único do art. 28, da Lei 4.591, de 16.12.1964.

Capítulo 3 - Dos Requisitos de Premiação 

São condições essenciais para concorrer ao Prêmio, atender, em qualquer categoria cumulativamente, os seguintes requisitos: 

  • Bom conceito no mercado imobiliário; 
  • Gestão sustentável;
  • Responsabilidade social;
  • Inovação tecnológica;
  • Qualidade dos bens que produz. 

Durante o julgamento serão avaliados se os participantes apresentaram evidências de atendimento dos critérios acima. Para os critérios objetivos, caso o julgador marque SIM, o participante receberá a totalidade dos pontos atribuído a este requisito; caso o julgador marque NÃO o participante não receberá ponto algum. Para os critérios subjetivos, o julgador atribuirá nota variável de 0 (zero) a 2 (dois) pontos.

1. Empresa do Ano

Os critérios para escolha da "Empresa do Ano", além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são: 

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Número de empreendimentos lançados no ano base do prêmio maior que 0 – (1 ponto)
  • Número de empreendimentos lançados no ano base do prêmio maior que 1 – (2 pontos)
  • Número de empreendimentos com averbação total da construção emitido no ano base do prêmio maior que 0 – (1 ponto)
  • Número de empreendimentos com averbação total da construção emitido no ano base do prêmio maior que 1 – (2 pontos)
  • Utilização de novas tecnologias no projeto, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto)
  • Utilização de novas tecnologias na construção, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto) 
  • Utilização de novas tecnologias no produto, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução ou reutilização ou reciclagem de resíduos – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de água – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de energia – (1 ponto)
  • Apresentação de Certificação de Qualidade - PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat) nível A – (1 ponto)
  • Apresentação de Certificação ISO 9000 – (1 ponto) 
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA (1 ponto)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS – (0 a 2 pontos por item)

  • Adequação do (s) projeto (s) ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade; 
  • Contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Apresentar programa de responsabilidade social da empresa;
  • Utilização de novas tecnologias Mercadológica, traduzida em velocidade de vendas;
  • Design, plasticidade do (s) projeto (s);
  • Qualidade da campanha publicitária.

Na análise dos critérios para eleição da "Empresa do Ano" deve-se aferir o desempenho das empresas concorrentes ao prêmio no que se refere única e exclusivamente à incorporação e/ou construção dentro do mercado imobiliário baiano durante o ano-base do prêmio. 

2. Empresa Revelação do Ano

Prêmio a ser conferido para empresa que se destacou no mercado imobiliário baiano no ano base do prêmio.

O prêmio “Empresa Revelação do Ano” somente poderá ser conferido uma vez a cada empresa, sendo condição para concorrer nunca ter sido premiado pela ADEMI-BA em qualquer das categorias dos prêmios dos anos anteriores.

Os critérios para escolha da "Empresa Revelação do Ano", além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são: 

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Número de empreendimentos lançados no ano base do prêmio maior que 0 – (1 ponto)
  • Número de empreendimentos lançados no ano base do prêmio maior que 1 – (2 pontos)
  • Número de empreendimentos com averbação total da construção emitido no ano base do prêmio maior que 0 – (1 ponto)
  • Número de empreendimentos com averbação total da construção emitido no ano base do prêmio maior que 1 – (2 pontos)
  • Utilização de novas tecnologias no projeto, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto)
  • Utilização de novas tecnologias na construção, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto) 
  • Utilização de novas tecnologias no produto, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução ou reutilização ou reciclagem de resíduos – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de água – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de energia – (1 ponto)
  •  Apresentação de Certificação de Qualidade - PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat) nível A – (1 ponto)
  • Apresentação de Certificação ISO 9000 – (1 ponto) 
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA (1 ponto)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS – (0 a 2 pontos por item)

  • Adequação do (s) projeto (s) ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade; 
  • Contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Apresentar programa de responsabilidade social da empresa;
  • Utilização de novas tecnologias Mercadológica, traduzida em velocidade de vendas;
  • Design, plasticidade do (s) projeto (s);
  • Qualidade da campanha publicitária.

Na análise dos critérios para eleição da "Empresa Revelação do Ano" deve-se aferir o desempenho das empresas concorrentes ao prêmio no que se refere única e exclusivamente à incorporação e/ou construção dentro do mercado imobiliário baiano durante o ano-base do prêmio. 

3. Lançamento Imobiliário 

Os critérios para escolha do "Lançamento Imobiliário”, além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são:

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Utilização de novas tecnologias, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0– (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS - (0 a 2 pontos por item)

  • Design, plasticidade e adequação do projeto ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade e sua contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Utilização de novas tecnologias Mercadológica, traduzida em velocidade de vendas;
  • Qualidade da campanha publicitária.

Os empreendimentos podem ser de uso residencial ou comercial e estar localizados em território baiano, na planta ou não, desde que tenham sido lançados ou pré-lançados durante o ano-base do prêmio.

Entende-se lançado ou pré-lançado o empreendimento que tenha qualquer material de venda ofertando-lhe ao mercado ou contrato de promessa de compra e venda assinado no ano-base do prêmio. 

Para concorrer na categoria “Lançamento Imobiliário”, devem enviar arquivo de material comprobatório da data da primeira veiculação do lançamento ou pré-lançamento correspondente ao ano-base do prêmio, Registro de Incorporação e Alvará de Construção. 

É permitido consórcio, associação de empresas e sociedade de propósito específico nesta Premiação. 

A empresa e/ou consórcio de empresas poderão inscrever quantos empreendimentos desejarem, desde que seguindo os critérios já elencados.

4. Lançamento Imobiliário Habitação Econômica

Os critérios para escolha do "Lançamento Imobiliário Habitação Econômica”, além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são:

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Utilização de novas tecnologias, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0 – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS – (0 a 2 pontos por item)

  • Design, plasticidade e adequação do projeto ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade e sua contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Utilização de novas tecnologias Mercadológica, traduzida em velocidade de vendas;
  • Qualidade da campanha publicitária.

Os empreendimentos deverão ser de uso predominantemente residencial, com valor de venda máxima enquadrado nas regras do Programa Minha Casa Minha Vida, e estarem localizados em território baiano, na planta ou não, desde que tenham sido lançados ou pré-lançados durante o ano-base do prêmio.

Entende-se lançado ou pré-lançado o empreendimento que tenha qualquer material de venda ofertando-lhe ao mercado ou contrato de promessa de compra e venda assinado no ano-base do prêmio. 

Para concorrer na categoria “Lançamento Imobiliário”, devem enviar arquivo de material comprobatório da data da primeira veiculação do lançamento ou pré-lançamento correspondente ao ano-base do prêmio, Registro de Incorporação e Alvará de Construção. 

É permitido consórcio, associação de empresas e sociedade de propósito específico nesta Premiação. 

A empresa e/ou consórcio de empresas poderão inscrever quantos empreendimentos desejarem, desde que seguindo os critérios já elencados.

5. Empreendimento Imobiliário

Os critérios para escolha do "Empreendimento Imobiliário”, além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são:

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Utilização de novas tecnologias, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0– (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Apresentação de Certificação de Qualidade - PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat) nível A – (1 ponto)
  • Apresentação de Certificação ISO 9000 – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução ou reutilização ou reciclagem de resíduos – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de água – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de energia – (1 ponto)
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Comprovação de que o empreendimento foi entregue no prazo estabelecido na Promessa de Compra e Venda (3 pontos)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS – (0 a 2 pontos por item)

  • Adequação do projeto ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade e sua contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Utilização de novas tecnologias para uso e operação do empreendimento, traduzida em durabilidade do empreendimento;
  • Design, plasticidade do empreendimento.

Os empreendimentos podem ser de uso residencial ou comercial deverão estar localizados no território baiano, concluídos e com Averbação Total da Construção no Cartório de Registro de Imóveis competente, não valendo a Averbação Parcial da Construção, durante o ano-base do Prêmio.

É permitido consórcio, associação de empresas e sociedade de propósito específico nesta Premiação. 

A empresa e/ou consórcio de empresas poderão inscrever quantos empreendimentos desejarem, desde que seguindo os critérios já elencados.

6. Empreendimento de Habitação Econômica

Os critérios para escolha do "Empreendimento de Habitação Econômica”, além das condições essenciais listadas no Capítulo 2 – Dos Critérios de Premiação, são:

CRITÉRIOS OBJETIVOS

  • Utilização de novas tecnologias, alinhadas com os conceitos da indústria 4.0– (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Bronze do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (1 ponto)
  • Certificação ou Pré-Certificação Prata do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador – (2 pontos)
  • Certificação ou Pré-Certificação Ouro do empreendimento nos critérios do IPTU Verde de Salvador, Certificação Procel, EDGE, LEED, AQQUA, GBC – (3 pontos)
  • Apresentação de Certificação de Qualidade - PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat) nível A – (1 ponto)
  • Apresentação de Certificação ISO 9000 – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução ou reutilização ou reciclagem de resíduos – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de água – (1 ponto)
  • Implementação da prática de gestão sustentável na construção com redução no consumo de energia – (1 ponto)
  • Certificado de participação no Selo de Responsabilidade Social da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Certificado de participação no almoxarifado virtual da ADEMI-BA de pelo menos uma das empresas sócia do consórcio ou SPE, dona do lançamento (1 ponto)
  • Comprovação de que o empreendimento foi entregue no prazo estabelecido na Promessa de Compra e Venda (3 pontos)

CRITÉRIOS SUBJETIVOS - (0 a 2 pontos por item)

  • Adequação do projeto ao espaço urbano, impacto positivo na paisagem da cidade e sua contribuição à valorização da cidade e do entorno;
  • Inovação do produto, alinhada com os conceitos da indústria 4.0;
  • Utilização de novas tecnologias para uso e operação do empreendimento, traduzida em durabilidade do empreendimento;
  • Design, plasticidade do empreendimento.

Os empreendimentos deverão ser de uso predominantemente residencial, com valor de venda máxima enquadrado nas regras do Programa Minha Casa Minha Vida, e estarem localizados em território baiano, concluídos e com Averbação Total da Construção no Cartório de Registro de Imóveis competente, não valendo a Averbação Parcial da Construção, durante o ano-base do Prêmio.

É permitido consórcio, associação de empresas e sociedade de propósito específico nesta Premiação. 

A empresa e/ou consórcio de empresas poderão inscrever quantos empreendimentos desejarem, desde que seguindo os critérios já elencados.

Capítulo 4 - Da Inscrição 

Para participar do Prêmio ADEMI-BA Edição 2019 as empresas devem preencher FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO disponível no site da Ademi-BA e anexos solicitados até o dia 8 de julho de 2019.

Os nomes que constarem no (s) formulários (s) de inscrição serão divulgados na imprensa, site, etc.

A não apresentação ou discordância do exigido acima tornará inviável a inscrição da empresa para concorrer aos prêmios citados. 

Os inscritos concordam obrigatoriamente com os termos do Regulamento do Prêmio ADEMI-BA Edição 2019.

Capítulo 5 - Da Comissão Certificadora 

Para todas as categorias dos prêmios será formada uma Comissão Certificadora composta por um Presidente do Prêmio ADEMI-BA, dois Conselheiros da ADEMI-BA (exceto a Diretoria da ADEMI-BA), sorteados em reunião, quatro membros sorteados entre os associados, excluindo os associados que compõem a diretoria. Para cada membro serão sorteados também seus respectivos suplentes. 

A Comissão Certificadora será formada especificamente para validar as inscrições e apuração dos votos. 

Fica impedido de participar da Comissão Certificadora qualquer membro que tiver a empresa ou empreendimento ou se for empregado da empresa que estiver concorrendo a algum dos prêmios deste Regulamento no ano da outorga do prêmio.

A Comissão Certificadora se reunirá no dia 9 de julho de 2019 na sede da ADEMI-BA para avaliar se os cases estão aptos ou não a participarem da votação da Comissão Julgadora. 

Serão consideradas aptas para votação da Comissão Julgadora, todos as empresas que atenderem aos critérios estabelecidos nesse regulamento.

Durante o julgamento, se necessário, a Comissão Certificadora poderá pedir informações adicionais sobre os trabalhos inscritos, bem como comprovação de quaisquer dados. 

O material dos cases aptos para concorrer ao Prêmio Ademi-BA Edição 2019 será encaminhado aos membros da Comissão Julgadora para avaliarem os trabalhos unicamente de acordo com os critérios de julgamento previstos neste Regulamento. 

Capítulo 6 - Da Apresentação dos Trabalhos 

 Em todos os prêmios, os concorrentes deverão apresentar suas justificativas, embasadas unicamente nos critérios de julgamento.

Os concorrentes das modalidades do Prêmio ADEMI-BA deverão preencher o formulário de apresentação de case disponível no site da Ademi-BA (www.ademi-ba.com.br) até 8 de julho de 2019 não sendo permitida qualquer outra forma de apresentação.

Todos os materiais dos prêmios serão doados à ADEMI-BA, pelas empresas inscritas, inclusive os seus direitos autorais sobre os textos e as imagens para divulgação impressa ou eletrônica e edição de livros sobre os prêmios.

Caso alguma empresa não cumpra os prazos e/ou normas estipulados serão automaticamente eliminados da disputa do prêmio.
 
As empresas incorporadoras poderão ser premiadas em um ou mais de um dos prêmios citados no Capítulo 1 – Dos Prêmios.

Capítulo 7 - Da Comissão Julgadora

Todas as categorias do Prêmio Ademi-BA terão uma Comissão Julgadora especialmente designada para a escolha dos premiados, presidida pelo Presidente do Prêmio, o Secretário Municipal de Urbanismo de Salvador, o Presidente da FIEB – Federação das Indústrias do Estado da Bahia, o Presidente do CREA-BA - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia e o Presidente da ABAP-BA - Associação Brasileira de Agências de Publicidade Bahia. Para cada membro serão escolhidos também seus respectivos suplentes. 

A Comissão Julgadora terá que manifestar suas escolhas, por escrito através de cédula de votação entregue em reunião na sede da Ademi-BA, no dia 22 de julho de 2019 aos membros da Comissão Certificadora. 

A Comissão Julgadora votará conforme a ordem dos prêmios citados no Capítulo 1 – Dos Prêmios, atribuindo ao julgamento das informações prestadas a cada critério objetivo e subjetivo listado no Capítulo 3 – Dos Requisitos de Premiação.

Os votos serão lacrados em envelopes individuais e depositados em urna que será lacrada para serem apurados no dia 25 de julho de 2019 às 18horas, durante a realização da Cerimônia de entrega do Prêmio
 
A apuração dos votos será feita única e exclusivamente pela Comissão Certificadora que divulgará o resultado na cerimônia de entrega do Prêmio Ademi-BA Edição 2019 no dia 25 de julho de 2019, às 19horas. 

O Presidente do Prêmio votará unicamente quando houver empate entre um ou mais candidatos à premiação. 

Será premiado apenas um trabalho em cada categoria.

Capítulo 8 - Do valor rateado

As despesas para organização da entrega da premiação deverão ser compartilhadas com os premiados/vencedores.

Os vencedores em cada categoria contribuirão com valor de R$20.000,00 (vinte mil reais), excetuando a categoria ‘Empresa do Ano’ que contribuirá com R$30.000,00 (trinta mil reais), por meio de boleto bancário com vencimento logo após o resultado do prêmio. 

Como o resultado só será divulgado durante a cerimônia, os vencedores farão o pagamento até 05 (cinco) dias corridos após a premiação, através de boleto bancário. Este compromisso será assumido no formulário de Inscrição - Adesão.

Capítulo 9 - Das Disposições Gerais 

A ADEMI-BA tem autonomia para organizar a solenidade de premiação.

As empresas selecionadas participarão da solenidade de premiação. 

As empresas associadas à ADEMI-BA só poderão concorrer aos prêmios se estiverem adimplentes com as obrigações estatutárias, especialmente com o pagamento das contribuições ordinárias e extraordinárias. 
 
As decisões da Comissão Certificadora e Julgadora não serão suscetíveis de recursos ou impugnações em quaisquer das fases do processo de premiação. 

 As datas não definidas ou alteradas neste Regulamento, para as diversas etapas do prêmio, serão informadas aos participantes em tempo hábil.

Os concorrentes das modalidades do Prêmio ADEMI-BA devem, obrigatoriamente, concordar com a eventual publicação dos trabalhos inscritos, no todo ou em parte, sem quaisquer ônus para a ADEMI-BA. Da mesma forma, os participantes também concordam com a divulgação do resultado das premiações nos meios de comunicação. 
 
Este Regulamento só poderá ser modificado por maioria absoluta da Diretoria.

Os casos omissos serão resolvidos pelo Presidente do Prêmio Ademi-BA. 

A sede da ADEMI-BA é na Rua Alceu Amoroso Lima, 470, sala 901, Ed. Empresarial Niemeyer – Caminho das Árvores • Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30min.• Telefone: (71) 3273-8130 • e-mail: ademi@ademi-ba.com.br • www.ademi-ba.com.br 

Calendário do Prêmio ADEMI-BA 2019

Ação Data
Período de Inscrição Até 08/07/2019
Reunião para validar inscrições 09/07/2019
Envio de material para Comissão Julgadora 12/07/2019
Reunião Comissão Julgadora 22/07/2019
Apuração e Resultado 25/07/2019

 

 

 

CONFIRA O REGULAMENTO